11 de novembro de 2013

raiva .



A raiva apoderou-se de mim e como é normal a melhor forma de descarregar essa raiva é escrever "hdcgyuedajhfsjklueçiruopfçb.lkmcç0-dpk0rjli6kuhgw", mas porque carga de água é que as pessoas fazem tanta merda e não são felizes? estou cansada da porcaria das confusões, do medo e do "não sei" com tanto egoísmo que elas próprias nem têm tempo para reparar. É merda, atrás de merda e cheguei ao limite dos limites do que é perdoável. As minha melhores amigas é que têm razão está na hora de seguir uma nova etapa, está na hora não de virar o capitulo mas sim de queimar o livro, sem olhar para trás, vai custar como tudo, mas tudo do nada é melhor que esta merda.
Mas porque é que eu não consigo seguir a minha vida e deixar para trás tudo o que me magoa? Porque é sou mais magoada do que ao que gosto e continuo no mesmo ciclo vicioso que me consome a alma? Porque razão sou tão BURRA ao ponto de ainda estar a pensar nisto.

Lavem-me a alma e ressuscitem-me o cérebro, por favor!

2 de outubro de 2013

feitio


Sei que tenho um feitio complicado. Mas o problema não é esse. É que só me lembro que o tenho quando já não é preciso e quando já não posso fazer nada para o melhorar. Às vezes gostava de conseguir acalmar, gostava que o meu coração não reagisse logo aos acontecimentos, mas é tão impossível. O orgulho dá cabo de mim, de ti, de nós! Devia ser mais benevolente contigo e connosco de modo a que muitas vezes não arranje discussões, mas é sempre tão difícil. Quando penso em ti a primeira coisa que me vem à cabeça é “e se te perco?”, e a partir daí parece que o meu cérebro bloqueia e não consigo fazer mais nada. Além disso, é nestes momentos que penso que se com as minhas atitudes já te fiz arrepender de tudo o que passaste comigo, e se já te fiz arrepender de um dia te teres cruzado comigo. Não sei. Às vezes passam-se-me coisas esquisitas pela cabeça e começo a criar mil e umas histórias das quais ninguém se ia lembrar de imaginar, como sempre dizes, penso demais. Mas é o medo. É o medo a falar por mim. Eu não sou de ferro, tenho sentimentos. Além disso tenho demasiada gente, mas às vezes é mesmo como me sentisse sozinha e te tivesse só a ti, sabes disso melhor que ninguém. E eu não me importo que assim seja, aliás, tu vales por muitos. Valias...


23 de setembro de 2013

fake.

Observo tudo, muita coisa fica retida na mente e pouco a pouco junto tudo e calo-me. Vejo pessoas a ameaçar largar outras e no minuto a seguir estão bem, depois, mais dia, menos dia voltam ao mesmo e é incrível como as pessoas passam a vida a dizer "vou deixa-lo" e acobardam-se sempre ao fazê-lo. Tudo bem, porque o amor é mais forte e, bullshit. As pessoas deviam tomar uma atitude, aceita-la pelo menos durante um tempo, ate que as coisas assentem e percebam que aí sim, o amor é mais forte. Agora, espaço para cá, de dois dias, mais umas horas e volta, e vai e volta só desgasta as relações, as pessoas ficam tão confusas que não entendem o que realmente sentem, não têm o "bastante" espaço para poderem sentir tudo e pensar em tudo, sem que haja um vai-vem repentino que sinceramente estraga tudo!
Existem pessoas que estão destinadas a ficar com outras, mas muitas é óbvio que ´perda de tempo! No meu caso, o destino que decida, não acho que é perda de tempo, mas aceitei a minha decisão até que "alguém" a mude, quando tiver o suficiente para voltar.


16 de setembro de 2013

Tentação

Tu nunca saberás o que se vai passar amanhã, ou daqui a umas horas, mas ás vezes passas o dia ansioso que quase de certeza vai acontecer o que pensas que vai acontecer, mas juntas todas as tuas forças para resistir á tentação.
Eu hoje ando assim, cheia de vontade de te procurar, de dizer que te adoro e que odeio esta distância que ficou. Sinto saudades dos nossos olhar e o quanto estas saudades me matam.
Mas tenho de saber resistir á tentação.

13 de setembro de 2013

tempo.


Doze dias, quatro horas e cinquenta e seis minutos que já lá vão, desde que acabou...
Se calhar nem todos os textos deviam ser piedosos e temerosos, nem com a grande dor que sinto, na realidade até passamos bons momentos, fomos grandes companheiros, rimos de coisas tristes e discutimos por coisas estúpidas, mas a verdade é que não vivíamos um sem o outro.
Tenho saudades, de gozares comigo por ser distraída, saudades de pousares os olhos em mim, assim, sem palavras, simplesmente só o teu olhar meigo.
Eu sei que vou ter de viver sem ti e que o consigo, como é óbvio. Estamos numa altura em que o amor morre, quando já ninguém morre de amor não é verdade? E lá está, eu vou conseguir viver sem ti, mas não queria.
Bem, o tempo. É tudo o que nos resta, se não nos resta mais nada.

7 de setembro de 2013

orgulho .


Ela fumava o pensativo cigarro, enquanto desesperava. A realidade ė que ele não falou  a noite toda ao lado dela.. Manteve-se estável apoiado no seu orgulho como se nada o afectasse. Quanto isso a alma dela era consumida pelas chama do inferno, o medo aterrorizava-a completamente, afinal de contas ela amava-o e aquele tempo significou uma vida para ela e para ele ė como não tivesse acontecido nada naquele enorme espaço de tempo em que estiveram juntos.
Pelos vistos, não é a dor que é cruel, é o amor que rasga a pele.


3 de setembro de 2013

E se eu morrer hoje?



E se eu morrer hoje? Imagina só como seria, tentares mandar mensagens sabendo que jamais obterias uma resposta, ligares e todas as chamadas caírem no voicemail, tentares falar comigo no facebook e eu nunca mais estaria online, ias por fim lutar, tentares correr atrás de mim sabendo que nunca mais ia estar ao teu lado. Pensarias que poderias ter feito tudo por mim, e não fizeste nada, sentirias-te a pior pessoa do mundo e os remorsos consumiriam-te até ao fim..
Imagina o teu mundo assim sem mim, e diz-me se faria alguma diferença para ti?

Dá valor as pessoas, porque se as perdes, aprenderás da pior maneira a viver sem elas.

2 de junho de 2013

opportunity.


Eu só queria uma oportunidade, uma oportunidade que nos levasse a estabelecer, que deixasse o passado todo para trás e me deixa-se descansar o espírito. Acho que não foi em vão, todas as coisas, todos os momentos, bem, eu nem sei o que pensar disto..
Ao inicio foi difícil, atravessar todas as portas que o passado tinha deixado no corpo dele, mas ao longo do tempo, depois de tanta luta, lá encontrei um buraquinho por onde eu pudesse entrar...
Eu fiz tudo, dei tudo de mim e no final limitei-me a ficar com uma espécie de nada, sem uma tentativa sequer de algo de bom da parte dele, de algo que 'nos' fizesse superar isto.
No final, acho que eu é que tive expectativas mais altas, enquanto ele foi ficando pelo medo..
Não queria mais nada neste momento, para além de te poder chamar, meu namorado, pena não sermos os dois destemidos.



M.

2 de maio de 2013

refúgio


É destes pequenos momentos que eu gosto, somos só nós, no nosso momento e no nosso mundo. Ás vezes penso que de estar tanto contigo que me vou acabar por fartar de ti, ou tu de mim.. Eu sei que sou chata, quando quero e gosto de ser, gosto de fazer de tudo para te retirar um sorriso e isso faz de mim um bocado parva, mas bom, é por uma boa causa. Ás vezes sinto que não gostas de mim o suficiente, fica tudo para depois, fica tudo noutro plano, fico eu em segunda opção e não gosto do que isso me faz sentir... Gosto de dormir ao teu lado, de te ver dormir, por muito que isso seja bastante raro! Gostei do esforço de ontem, gostei da tua companhia e gosto bastante de ti.
Deviámos refugiarmo-nos mais vezes, eu gosto e fico feliz .. R.


M.

27 de abril de 2013

du-cen-té-si-ma


Já é a ducentésima oitava vez que penso que devíamos fugir, que podia simplesmente passar-te um devaneio pela cabeça, pegares em mim e levares-me, para onde quisesses, onde ficássemos só nós, onde tudo nos podia aproximar, onde não houvesse perguntas, nem respostas, só sentimento e nós. Um sítio onde fossemos felizes, onde fosse inesquecível, onde quase parecesse -para sempre-, onde os teus olhos meigos pousavam nos meus e te deixasses ficar, onde te aninhasses como das outras vezes em que é tão bom poder sentir-te nos meus braços. Só queria um sítio, onde o meu riso fosse mais alto, onde os meus gritos se ouvissem mais longe, onde tudo o que eu pedia era que fosses meu e que no fim, eu tivesse a certeza que finalmente me amas.

м.

free running


Aquela vontade de correr de manhãzinha voltou, nadar até ao meio dia e acabar a tarde a pedalar como se nunca me fosse cansar.. Tenho saudades daquele tempo quente que me deixa a morrer por um pingo de água que seja, tenho saudades de fugir e ficar em silêncio ao ver a água a passar à minha frente, bem num sitio longe onde ninguém pode perturbar o meu pensamento. Gostava bastantes dos passeios que fazia, bem no meio de todos os caminhos, no meio do nada, onde gostava de descobrir tudo e de pensar em hipóteses para tudo. Sinto saudades de tempos passados e não de sentimentos passados, gostava de ter mais tempo, gostava de ter mais sorte, gostava de conseguir respirar como respirava antes, com a facilidade de antes, sem peso algum nas minhas costas..
Amanhã às sete, vou tentar de renascer de novo e só espero que o meu pensamento me abandone um bocado. Até amanhã cedo, J.

м.

26 de abril de 2013

suposição.


Não tenho tido muito tempo, ou melhor tempo tenho, mas ocupo-me a fazer tanta coisa que depois não passo por aqui, mas hoje aquela enorme vontade de escrever voltou!
Voltou, porque eu voltei a ficar à toa com algumas coisas que acontecem, as coisas estão bem e num milésimo de segundo a seguir, estão diferentes e está tudo mal e eu parece que vejo isso em rolo de filme a passar à minha frente porque quando percebo quando alguma coisa está mal, não percebo o porquê, porque não aconteceu nada! Procuro obviamente por respostas e só levo com ignorância e desprezo, sem saber o que fiz ou se realmente fiz alguma coisa sem intuito. Pufffffff... 
Mas eu acho que as pessoas deviam ser justas e serem directas e falar, eu sou assim, posso explodir logo também e achar que realmente é verdade, mas acabo por confrontar as pessoas e tentar retirar alguma coisa disto, a verdade, sem ter que andar com uma "suposição" na cabeça! 
O grande problema disto é que eu acho sempre o melhor das pessoas mas a pura realidade é que parece que elas só estão bem, se estiverem mal, a magoar-me, acreditando no que quiserem sem se preocuparem se é verdade ou se eu me vou magoar porque na realidade nem é nada do que elas pensam, enfim. 
Há certas atitudes que eu não esperava novamente de certas pessoas!

м.

31 de março de 2013

Forte, Farta, Fria, Fiel e Formosa.



Hoje, daqui a pouco, mais logo vou voltar para a terra do frio, mas onde me aquece o coração. As coisas por aqui estão bastante activas, bastante intensas e o meu estado nervoso e irrequieto já não aguenta tanta coisa, tanta preocupação e tanto medo. Vai saber bem daqui a poucas horas voltar, voltar para ti também meu amor, eu sei que não estamos muito bem, esta semana foi horrível para nós, mas é este nervosismo que anda a dar cabo de mim e tu explodes e isso também não ajuda e volta-e-meia uma coisinha é motivo para alta discussão. Eu às vezes preciso demais de ti e só espero que consigas corresponder às expectativas que eu tenho de ti, mas acabas sempre por ficar a meio do caminho e eu a compreender, porque gosto de ti. Mas "gostar só, não chega." e eu tenho receio disso.
Até já G. @


м.

30 de março de 2013

fall in love.



Querida O. cheguei a casa depois da nossa conversa à pouco do café, e de te ter mandado a última mensagem que te mandei e encontrei isto, espero que sintas como eu e que apesar de não acreditares, que acredites:


« Sabes quando tu amas alguém mas esse alguém não te ama a ti. Quando tu lutas por alguém que nem o mínimo valor te dá. Quando tu te importas realmente mas esse alguém não se importa minimamente por ti. Sabes quando crias expectativas na tua cabeça de que queres ser feliz ao lado dele, que queres protege-lo, cuidar dele como nunca ninguém o fez, abraça-lo de uma maneira tão forte, de maneira a que o sintas, dares-lhe a mão e saber que nunca o vais largar, sentires o amor dele que se transmite ao teu lado, sim é tudo fantástico, mas melhor ainda é saber que ele é teu, que o amor que sentes é. Mas infelizmente nada é assim. Quando amas alguém de verdade, o teu coração sente mais do que o teu cérebro, independentemente de qualquer coisa que possa dizer. Tu sabes o quanto dói falar com aquela pessoa que não sente o mesmo por ti, sabes o quanto dói quereres abraçar aquela pessoa, mas não puderes, dói saberes que estas a sofrer e mesmo assim a outra pessoa nem sequer se importa, mas amar é mesmo assim, nem sempre o coração do outro alguém corresponde ao que nos sentimos e por muito que tentes nunca poderás obrigar alguém a gostar de ti. Por muito que te digam que o melhor é esquece-lo, só tu o poderás fazer, porque por palavras é tudo muito fácil dizer, porque difícil é conseguires tirá-lo da cabeça. Apagares tudo do teu coração e começares uma vida nova, feliz, e ao lado de quem verdadeiramente te ama. Na vida tu vais amar quem não te ama, e vais ser amado por quem não amas, mas olha, hoje estas a sofrer por ele, mas acredita, tu podes começar de novo. »

Sabes, esperança é tudo o que nos resta, não a podemos perder como o tempo que já perdemos. 


м.

29 de março de 2013

will not run





Isto massacrou-me as férias todas, a verdade é que sou sempre eu que volto atrás e dou oportunidades imponderáveis  porque a verdade é que gosto de ti e és tu que tens feito tudo para me magoar. Não consigo pensar que gostas de mim quando todas as tuas atitudes mostram o contrário, nunca ninguém me falou tão mal como tu, nem com tanta raiva. Nunca estive habituada a tanto desprezo, mas este desprezo teu, só piora tudo, só faz com que eu dê passos para trás, dois-a-dois de cada vez que tu me espetas vagarosamente mais um alfinete no coração. Eu já não sei mais o que vou fazer, mas mandar-te mensagens é decididamente uma hipótese nula.

м.